post-image
Arco de Almedina, Ilustração por Puk Ewdokia https://mapasccc.pt https://www.facebook.com/pukewdokia/

Vamos à Baixa!


A pretexto do vinho, visitaremos 4 lojas que representam 4 projectos diferenciadores, com uma oferta original e criativa. Surpresas várias e bons momentos de degustação estão garantidos, com paragens na Arte&Flor, Gelataria COSÌ, Queijaria de Coimbra e A Camponeza.

Sábado 10h45
Ponto de encontro: Largo Dr. José Rodrigues (Museu Nacional de Machado de Castro)

Inscrições até ao dia 17 de Outubro para:
962610050
mundodovinho10@gmail.com
facebook.com/omundodovinho

Grupo Visita (Máximo 20 pessoas)

Arte e Flor

“Arte & Flor” é uma casa dedicada à arte floral que completa agora 30 anos na cidade de Coimbra. Com localização privilegiada na zona histórica, reflecte o charme dos monumentos que a envolvem. 

Do que mais florido existe na época, tendencialmente num estilo campestre e com espírito sustentável, podem esperar-se trabalhos criativos e de arrojada sensibilidade pelas mãos mestres da Célia e Eva. Neste jardim de cores colhem-se emoções e promete-se alegria a cada olhar.

COSì

A COSÌ produz gelado português à maneira italiana, diariamente e à vista dos seus clientes, sempre com preferência pelos ingredientes regionais e nacionais, e em sintonia com o mercado local e a sazonalidade dos produtos. Alguns elementos indispensáveis, como o chocolate e o pistácio, são provenientes de territórios além-fronteiras, de regiões demarcadas e reconhecidas pela sua excelência, mas a primazia pelas laranjas e a água de Coimbra, as amêndoas transmontanas e as colheitas de algumas árvores de fruto próprias caracterizam o produto. Sem recurso a bases pré-fabricadas, os aromas são os que a mestria dos gelateiros Fernando Castelo Branco e Pedro Baptista permite extrair dos ingredientes, sem produtos artificiais ou concentrados, e as cores são as dos ingredientes e não as de qualquer corante adicionado. O gelado COSÌ faz-se com rigor e carinho, guarda-se com cuidado e eficácia, e serve-se à espátula com generosidade.

Queijaria de Coimbra

Localizada em plena baixa histórica a escassos 20 metros da Praça 8 de Maio, a Queijaria de Coimbra está inserida num edifício do século XIX, onde a traça original se manteve, num ambiente acolhedor e descontraído. Um conceito inovador, onde vai encontrar no primeiro andar a loja de queijos com mais de 30 referências nacionais e internacionais, bem como a garrafeira. No r/c encontrará o bar, onde poderá degustar uma das tábuas de queijo e/ou enchidos, acompanhadas de um copo de vinho ou do seu cocktail favorito. Estamos abertos de segunda a quinta das 16h à meia noite, sexta e sábado das 17h às 02h.

A Camponeza

Assunção Ataíde e Paulo Bela são os responsáveis pela “A Camponeza”, loja datada de 1912 que começou por ser uma mercearia tradicional, e hoje é uma Garrafeira e uma Galeria de Arte. Nesta acontecem as mais diversificadas manifestações artísticas, tais como Pintura, Escultura, Performances e Teatro. Por vezes organizam-se Tertúlias, Workshops e celebração de Aniversários, no interior do edifício ou na Esplanada localizada no Largo do Poço (designação que se deve ao facto de ter havido no local um poço de onde se tirava água para dar a beber aos animais, quando estes serviam de meio de transporte).

“A Camponeza” apresenta produtos de qualidade, tanto na área da alimentação como na área das bebidas. Defensores de um estilo de vida saudável, Assunção e Paulo seleccionam produtos tradicionais aliados à inovação de sabores contemporâneos. Procuram promover um ponto de encontro com Degustações servindo vinhos e produtos harmonizados. O público alvo são os conimbricenses que apreciam o bom convívio gastronómico, mas também os turistas que a visitam e gostam de vivenciar tradições. A loja tem como vizinho de eleição o Jazz ao Centro Clube – JACC, o qual tem desenvolvido animação artística de qualidade em parceria com a Associação para a Promoção da Baixa de Coimbra – APCBC. ”A Camponeza” está sempre disponível para aderir a eventos que estimulem a nossa Baixa e a nossa Cidade a conquistar público nacional e internacional.

Regressar